UBUNTU: juntos na construção de uma sociedade antirracista
demandas urgentes
O racismo está na origem das desigualdades sociais do Brasil, combatê-lo é quebrar o ciclo histórico de violências acometidas contra a população negra. Esta é a luta que move o Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades - CEERT.

Juntos, podemos construir uma sociedade igualitária que valorize e promova a equidade racial e de gênero em todas as suas dimensões.
Doe R$30
Estudos mostram que a população negra é a mais afetada pela pandemia causada pela COVID-19. Com apenas R$1,00 por dia você pode contribuir no esforço de assegurar alimentos e materiais sanitários para famílias negras das periferias de São Paulo.
Doe R$60
Meninos negros representam 71,7% das vítimas de evasão escolar1. Com apenas R$1,20 por dia, você pode ajudar o CEERT no fortalecimento do ensino da história da África e da cultura afro-brasileira na escolarização regular, valorizando a pluralidade cultural.
Doe R$90
Você sabia que apenas 8% das mulheres negras ocupam cargos de liderança2? Com apenas R$3,00 por dia você pode apoiar o Programa Prosseguir na formação de jovens lideranças negras.
Doe R$120
O racismo é a causa de pelo menos 80% das mortes de pessoas negras no Brasil3. Por meio da promoção da equidade racial e de gênero, de denúncias das vulnerabilidades experimentadas pela população negra e, principalmente, da defesa dos seus direitos humanos, podemos transformar essa realidade.
Desigualdades históricas,
1 Pnad Contínua Educação, 2019.

2 Potências (in)visíveis: a realidade da mulher negra no mercado de trabalho, 2020.

3 Vidas Perdidas e Racismo no Brasil, Ipea 2016.
CEERT na prática:
Fundado em 1990, o CEERT é uma organização não-governamental que produz conhecimento, desenvolve e executa projetos voltados para a promoção da igualdade de raça e de gênero, com vistas a defender os direitos da população negra, com enfoque especial em juventude negra e mulheres negras.

Trabalhamos nacionalmente liderando redes e iniciativas para um projeto de desenvolvimento social e econômico no Brasil que não deixe mais da metade de sua população de fora, simplesmente por ser vista como seres humanos de segunda classe, cujas vidas vêm sendo descartadas cotidianamente, transformando-se em estatísticas de exclusão.

Desenvolvemos diagnósticos e projetos de promoção de igualdade racial e de gênero em instituições públicas, privadas e internacionais.
JUSTIÇA RACIAL
EDUCAÇÃO
PILARES
conheça a nossa atuação
DIVERSIDADE
NO TRABALHO
JUVENTUDE
A dimensão do nosso
Em mais de 30 anos de atuação, o CEERT já impactou milhões de vidas, transformando caminhos e construindo pontes. Agora, mais do que nunca, precisamos unir esforços rumo a uma sociedade verdadeiramente antirracista.
TRABALHO
EDUCAÇÃO
mais de 5 mil
mais de 24 mil
mais de 1 milhão
profissionais e estudantes da área de Direito capacitados nas atividades do CEERT
educadores com formação direta em 1146 municípios espalhados nas 5 regiões do país
de trabalhadores beneficiados pelas ações voltadas à equidade racial e de gênero
impacto no Brasil
JUVENTUDE
70 jovens universitários negrxs
+ mais de 350 pessoas, familiares desses jovens
Como é feito o fortalecimento:
x
Temos procurado fazer do Prosseguir uma narrativa alternativa à realidade de violência, homicídios, evasão escolar e exclusão social sistematicamente experimentadas pela juventude negra, viabilizando a concretização de suas aspirações acadêmicas e profissionais. O Programa busca desenvolver futuras lideranças negras que estão nas universidades públicas e privadas, por meio de estratégias de permanência e êxito acadêmico e criação de pontes com o mercado de trabalho.
Programa Prosseguir
• Bolsa mensal de R$600,00
• Atividades formativas
• Curso de inglês
• Programa de mentoria
• Rede ex alunxs Prosseguir
Queremos impactar mais vidas negras! Topa 'Prosseguir' com a gente?
4 Atlas da Violência, 2017.
"A cada 23 minutos um jovem negro é assassinado no Brasil"4
Periferia sem covid:
vidas negras importam!
Para ampliar nosso alcance, contamos com seu apoio!
5 Prefeitura de São Paulo 30/04/2020.
A pandemia tem escancarado as desigualdades sociais causadas pelo racismo na vida de pessoas negras. O risco de morte para negros é 62% maior em relação aos brancos 5 e como principais causas, podemos citar o saneamento básico precário, a dificuldade de acesso à assistência médica e a insegurança alimentar.

O CEERT, em parceria com organizações locais, realiza doações de cestas básicas, vale alimentação, livros e máscaras às famílias das comunidades de terreiros de matriz africana localizadas na Brasilândia, um dos bairros mais afetados pela pandemia, bem como outros bairros periféricos em seu entorno.
O Brasil é um país plural e refletir essa multiplicidade de corpos, raça, identidades e vozes é dialogar com grande parte de uma população historicamente excluída.
Fique por dentro das nossas notícias!
Receba gratuitamente nossa newsletter e acompanhe as novidades do CEERT.